Prefeitura libera pagamento de R$ 5,2 milhões a fornecedores

Prefeito Leonaldo Paranhos voltou a agradecer o contribuinte cascavelense que, mesmo com a crise da Covid-19, pagou o IPTU

0
83

A Secretaria de Finanças liberou, na manhã desta segunda-feira (4), o pagamento de R$ 5,2 milhões para fornecedores do Município de Cascavel. Pela manhã, o prefeito Leonaldo Paranhos reuniu os secretários Renato Segalla (Finanças), Edson Zorek (Planejamento e Gestão) e Tales Riedi Guilherme (IPC) para despachar os documentos.

Paranhos fez questão de agradecer aos contribuintes de Cascavel que, apesar da crise provocada pela pandemia de Covid-19, pagaram o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em dia. “Quero novamente agradecer a  população de Cascavel pelo recolhimento do IPTU. Graças a Deus nós tivemos aqui a participação da população que pagou o IPTU em dia”, disse Paranhos.

Quando a prefeitura anunciou a primeira prorrogação prevendo dificuldade para o pagamento, o prefeito havia solicitado aos contribuintes que pudessem pagar até 30 de abril que fizessem isso e a grande maioria atendeu ao pedido. “Eu fico muito feliz, me sinto homenageado pela população que num momento difícil como este, rigorosamente pagou o tributo”, disse o prefeito.

O secretário Renato Segalla destacou a resposta positiva que a população deu ao pagar o imposto, mesmo com a crise, que acabou reduzindo a projeção negativa de arrecadação para o mês de abril. “Diante do cenário da crise do coronavírus nós havíamos feito a projeção de uma grande redução. Houve redução, mas bem abaixo da nossa projeção,o que demonstra credibilidade da população nas ações do governo municipal”, enfatizou.

Nova prorrogação

No feriado do Dia do Trabalhador (1º), em uma solenidade no Seminário São José Operário, o prefeito anunciou uma nova prorrogação para o pagamento em cota única e da primeira parcela. Os contribuintes terão até o dia 29 de maio para fazer o pagamento. Segundo o prefeito, a decisão foi tomada após ouvir o arcebispo de Cascavel Dom Mauro dos Santos, que o aconselhou a fazer uma nova prorrogação para aqueles que tiveram dificuldade de pagar o tributo até o dia 30.