Havan desiste de ação para reabertura das lojas em Cascavel

Na ação a empresa havia afirmado que é um “hipermarcado” por comercializar alguns produtos alimentícios e de higiene…

0
114

A Havan desistiu do processo judicial onde buscava a reabertura das duas lojas de Cascavel.

Na ação a empresa havia afirmado que é um “hipermercado” por comercializar alguns produtos alimentícios, chocolates, itens de higiene pessoal e ferramentas. A ação citava que a decisão da prefeitura pelo fechamento, portanto, seria abusiva e ilegal.

A empresa havia sido intimada a apresentar documentos complementares, mas, antes de fazer isso desistiu da ação. Com a desistência, o processo foi declarado extinto na noite de ontem (15).

Esta semana a Havan relatou que suspendeu o contrato de 11 mil dos 22 mil funcionários da rede. Em Cascavel cada uma das lojas segue com 9 funcionários e 238 tiveram o contrato de trabalho suspenso.