Decreto de calamidade pública em Cascavel é encaminhado à assembleia

O decreto legislativo será votado na tarde hoje (1) durante sessão virtual …

0
116

Está em trâmite na assembleia o decreto legislativo que reconhece o estado de calamidade pública em Cascavel até 31 de dezembro deste ano. O pedido foi enviado para o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), deputado Ademar Traiano (PSDB), pelo prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos (PSC), em decorrência da pandemia do Coronavírus. O deputado márcio Pacheco (PDT) será o relator.

O decreto legislativo será votado na tarde hoje (1) durante sessão virtual na Assembleia Legislativa do Paraná. Vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Alep, Pacheco vai votar favorável ao pedido do Estado. “Esse momento é de unir as forças para combater a pandemia”, afirma o deputado.

O decreto possibilita a ampliação de gastos para combater os efeitos do coronavírus em Cascavel. Até a manhã de hoje (1), o município tinha 11 casos confirmados, 107 descartados e 930 suspeitos. Na última segunda-feira (30), Cascavel registrou a primeira morte pela doença (trata-se de um empresário, de 66 anos, que fez, recentemente, uma viagem para os Emirados Árabes).