Um decreto publicado pela Prefeitura de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, determinou que os taxistas deixem de cobrar a bandeirada inicial nas corridas que custarem acima de R$ 10.

A medida, publicada na sexta-feira (3), foi anunciada porque o transporte coletivo na cidade está restrito a usuários que prestam serviços considerados essenciais.

A restrição do transporte público visa evitar a aglomeração de pessoas como medida de contenção ao novo coronavírus.

Segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) divulgado no domingo (5), o Paraná tem 445 casos confirmados e dez mortes por Covid-19. Em Foz do Iguaçu são 24 casos confirmados.

Bandeirada

Com o decreto, a bandeirada inicial de R$ 5,10 é descontada nas corridas superiores a R$ 10.

A prefeitura afirma que ainda recomenda que as pessoas fiquem em casa, mas que a medida foi tomada para atender as pessoas que precisam se deslocar por algum motivo e não podem usar o transporte público.

Segundo o texto do decreto, a medida deve durar enquanto a cidade estiver em situação de emergência por causa do novo coronavírus.

Foz do Iguaçu tem cerca de 440 táxis.